EnglishEspañolMagyarPortuguês Português


Polônia com guia em português

Cracóvia foi a capital do reino de Polonia até o fim do século XVI e a sede do arcebispo do Papa João Paulo II. Seu centro histórico é entre os mais bonitos da Europa e foi declarado, por ele, Património da Humanidade. O ambiente intelectual, artístico e universitário de Cracóvia supera o de qualquer outra cidade de Polónia.

A maioria dos monumentos arquitectónicos encontram-se no Caminho Real, que une a Torre da Barbacana com o castelo de Wawel. Algumas das torres da sua antiga fortaleza ainda seguem em pé, como por exemplo a torre da porta de Florianska, construida por volta de 1300. Actualmente parece uma galeria ao air livre, devido aos numerosos quadros e aquarelas que vendem artistas locais.

No meio do caminho fica a Praça do Mercado, uma das praças maiores da Europa, rodeada de casas renascentistas e medievais, que verifica a grandiosidade da antiga capital do país.

Também encontramos nesta praça o edifício do século XIII da antiga Lonja de los Paños (¿), reconstruído em estilo renascentista, que é a maior colecção de pintura do país.

A igreja de Santa María, do ano 1221, deve seu aspecto actual à reconstrução do século XIV, tendo elementos góticos, renascentistas e barrocos. Dentro encontra-se um dos altares mais bonitos da arte gótica na Europa.

Depois conhecemos no nosso passeio o colégio Maius, uma mistura de estilos góticos e renascentistas, que é a segunda universidade mais antiga de Europa.

 

VISITA DE MINA DE SAL, WIELICZKA

A tarde possibilidade de realizar uma visita opcional de Wieliczka.

A mina de sal de Wieliczka é uma atracção mundial única, e está na lista de Património da Humanidade de UNESCO.

Segundo uma lenda, a sal foi trazida a este lugar de Hungría pela bendita Kinga, que se casou com um dos reis polacos. A lenda conta que Kinga atirou um anel neste poço de uma mina de sal húngara para despedir-se da sua terra. Pouco tempo depois encontraram sal em Wieliczka, e nas primeiras excavações também foi encontrado o anel de Kinga.

A visita recorre bonitas capelas esculpidas em sal (sendo a mais bonita dedicada à bendita Kinga), enormes cámaras, grutas de cristal e estanques subterráneos. Tudo isso a uma profundidade de 250 metros debaixo do nível da terra.

VISITA DE CZESTOCHOWA [CZESTOCHOWA]

Czestochowa é um dos lugares mais importantes do mundo católico, também denominado como a capital religiosa de Polónia. Milhões de peregrinos, incluidos 100000 estrangeiros, vem cada ano a rezar no santuário da milagrosa Virgem Negra.

Os historiadores datam suas famosas pinturas do século XIV, mas uma lenda diz que foram realizadas por São Lucas o evangelista sobre um tronco de madeira usado pela Virgem Maria em Nazaret.

Actualmente o santuário é famoso por um lado do seu altar barroco realizado em prata e ébano. Este altar abre-se duas vezes por dia, acompanhando por música de órgão. As pinturas estão cobertas por uma decoração preciosa, que formam togas reais para a Virgem Maria e o Menino Jesus. 


VISITA GUIADA DO CAMPO DE CONCENTRAÇÃO NAZI DE AUSCHWITZ- BIRKENAU

Visita guiada do campo de concentração nazi de Auschwitz- Birkenau, o maior de todos, que foi construído entre 1.940 e 1.945, e em que morreram milhões de prisioneiros polacos, austriacos, checos, belgas, alemães, húngaros, holandeses, romanos, italianos, turcos, soviéticos, británicos e americanos. O museu, símbolo dos mártires, está constituído por um imenso conjunto de barracas, nos quais se conservam vários objectos dos víctimas. En 1979, Auschwitz foi declarado Património Mundial da Humanidade de UNESCO.

Auschwitz II (Birkenau) é o campo que a maioria da gente conhece como Auschwitz.

O campo está situado em Birkenau, a uns 3 km de Auschwitz I. A construção começou em 1941 como parte da Endlösung.

O objetivo principal do campo não era manter os prisioneiros como força laboral (como era o caso de Auschwitz I e III), mas muito mais a exterminação. Para cumprir este objetivo, equiparam o campo com 4 crematórios com cámaras de gas. Cada cámara de gas podia receber 2.500 prisioneiros por turno. 


VISITA DA CIDADE DE VARSOVIA

Durante as visitas panorâmicas e itinerários turísticos podem conhecer os sítios mais pintorescos de Polónia onde de encontram ruas estreitas e románticas, numerosas Igrejas e jardins, antigos cafés, restaurantes e bodegas onde podem experimentar os melhores vinhos e as especialidades mais saborosas polacas.
A cidade velha foi completamente destruida durante a Segunda Guerra Mundial e só foi reconstruida por volta de 1962. Hoje em dia está declarada Património Mundial da Humanidade.

Passamos pela Barbacana, sistema defensivo construido em 1548 como parte das muralhas de 1200 metros que defendiam a cidade. Hoje une a Cidade Velha com Varsovia moderna.

Para continuar passamos pelo parque Lazienki, onde se encontra a residência dos reis polacos que vem do século XIV.

No nosso caminho de regresso, dirigimo-nos ao antiguo ghetto, com o monumento a Nathan Rappaport, passamos pelo imposante edifício do Grande Teatro da Opera y Ballet.

CONCERTO DE CHOPEN, VARSOVIA

Este grande compositor e pianista nasceu em 1810 em Zelazova-Wola (Polónia) numa família lorenesa de fabricantes de carros. Aos 12 anos, Chopin começou a estudar a teoría da harmonia e o contraponto compondo a maioria das suas obras entre os 16 e 20 anos. Seu grande amor foi George Sand, apaixonada mulher que exerceu profunda influência na vida do artista, até 1835, ano em que apanhou uma doença e morreu.

Seus concertos de piano, mazurcas nocturnas e polonesas formam parte dos programas turísticos, tendo a possibilidade de ouvir algumas jóias das suas obras maestras. Incluido o transfer de hotel-concerto-hotel.

Contato

Ellenőrző kód :